Assinar Feed RSS Visite nosso canal no Youtube! Siga-nos no Twitter! Encontre-nos no Google Plus! Encontre-nos no Facebook!

MEC define faixas de renda para financiamento estudantil – FIES

Enviado por , em
Palavras-chave: , , , ,

MEC define faixas de renda para financiamento estudantil

Portaria do Ministério da Educação, publicada nesta quinta-feira (12), no Diário Oficial da União, estabelece as faixas de renda para o financiamento estudantil, o Fies. O estudante com renda familiar mensal de, no máximo, 10 salários mínimos poderá financiar até 100% do valor cobrado pela instituição de ensino. Mas se a renda da família for de 15 salários mínimos, o limite de financiamento cai para 75% do custo da mensalidade.

A portaria estabelece ainda que 50% do valor cobrado pela instituição de ensino será financiado aos estudantes com renda familiar de até 20 salários mínimos. Acima desse valor, o estudante não poderá se inscrever no Fies.

Em 2012, o Fies beneficiou mais de 140 mil estudantes, que contrataram o financiamento para pagar as mensalidades de cursos universitários em instituições privadas, como informou a presidenta Dilma Rousseff, no programa de rádio Café com a Presidenta, transmitido na última segunda-feira (9).

“O Fies é hoje um instrumento importantíssimo da nossa política de democratização do acesso ao Ensino Superior”, destacou a presidenta.

Em 2010, o Fies teve a taxa de juros diminuída, de 9% para 3,4% ao ano, e o prazo de carência para começar a pagar foi ampliado de seis meses para um ano e meio, o que tornou o financiamento atrativo para os jovens que querem iniciar os estudos ou continuarem a estudar. Depois do período de carência, o estudante ainda tem um prazo equivalente a três vezes a duração do curso e mais 12 meses, para pagar o financiamento

O estudante pode solicitar o financiamento do Fies, pela internet, em qualquer período do ano. Atualmente, mais de 1,5 mil instituições de ensino superior estão credenciadas ao programa.

Fonte: Portal Planalto

Comentários

Deixe um comentário!