Assinar Feed RSS Visite nosso canal no Youtube! Siga-nos no Twitter! Encontre-nos no Google Plus! Encontre-nos no Facebook!

“O Brasil não precisa de mais advogados”, diz Mercadante

“O Brasil não precisa de mais advogados”, diz Mercadante

O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, disse que o Brasil não precisa de mais advogados. A frase foi dita em evento do Grupo de Líderes Empresariais (Lide) durante a apresentação do ministro sobre os indicadores de educação do Brasil e os projetos futuros de seu ministério. Mercadante comemorou o aumento do número de engenheiros formados no país. “Nós temos um excesso de advogados. Quando um país começa a crescer, precisa de engenheiros”. Ao ouvir um protesto bem-humorado vindo da platéia, o ministro respondeu sorrindo. “Algum doutor honoris causa protestou, mas digo isso quando comparamos o Brasil a outros países e advocacia a outras áreas, naturalmente”, disse. No último dia 22, o Ministério da Educação (MEC) anunciou que não autorizaria, em caráter temporário, a abertura de novos cursos de Direito, além do cancelamento de vestibulares para todos os cursos que não tenham atingido a nota mínima no Conceito Preliminar de Curso (CPC); “90% dos estudantes não passa na prova da OAB. A pessoa estuda, paga o curso e não passa no exame da Ordem, é um absurdo”, afirmou. João Dória, presidente do Lide, brincou com o ministro afirmando que Mercadante “ainda receberia uma homenagem dos advogados” ali presentes.

Felipe Patury, Revista Época. Disponível em: http://colunas.revistaepoca.globo.com/felipepatury/

Comentários

8 comentários sobre ““O Brasil não precisa de mais advogados”, diz Mercadante

  1. trajano disse:

    O governo deveria adotar critérios mais rígidos na escolha dos seus ministros. Enquanto isso não acontece, continuaremos representados por mentes insignificantes como deste senhor. Imagem negativa até ao próprio governo.

  2. Andrey disse:

    “O Brasil não precisa de mais advogados”, diz Mercadante

    O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, disse que o Brasil não precisa de mais advogados. A frase foi dita em evento do Grupo de Líderes Empresariais (Lide) durante a apresentação do ministro sobre os indicadores de educação do Brasil e os projetos futuros de seu ministério. Mercadante comemorou o aumento do número de engenheiros formados no país. “Nós temos um excesso de advogados. Quando um país começa a crescer, precisa de engenheiros”. Ao ouvir um protesto bem-humorado vindo da platéia, o ministro respondeu sorrindo. “Algum doutor honoris causa protestou, mas digo isso quando comparamos o Brasil a outros países e advocacia a outras áreas, naturalmente”, disse. No último dia 22, o Ministério da Educação (MEC) anunciou que não autorizaria, em caráter temporário, a abertura de novos cursos de Direito, além do cancelamento de vestibulares para todos os cursos que não tenham atingido a nota mínima no Conceito Preliminar de Curso (CPC); “90% dos estudantes não passa na prova da OAB. A pessoa estuda, paga o curso e não passa no exame da Ordem, é um absurdo”, afirmou. João Dória, presidente do Lide, brincou com o ministro afirmando que Mercadante “ainda receberia uma homenagem dos advogados” ali presentes.

    Felipe Patury, Revista Época. Disponível em: http://colunas.revistaepoca.globo.com/felipepatury/

    Isso não é certo o único curso que apos 5 anos de faculdade, projeto e monografias, passar por uma banca examinadora, depois ter que enfrentar a prova da OAB ainda paga. Isso é muita corrupção.

  3. lana disse:

    o comentário desse Ministro foi tão ridículo que dispensa comentários!!
    Quintuanista em Direito

  4. NELSON disse:

    O que precisa mesmo é de uma prova para avaliar os Políticos, antes de assumirem seus cargos. Aí sim eu queria ver o Mercadante falar tamanha besteira.

  5. FIM DO PT JÁ disse:

    PARA O MERCADANTE CLARO QUE NÃO PRECISA DE MAIS ADVOGADOS, O PT TEM RASGADO A CONSTITUIÇÃO BRASILEIRA E ESTÁ TENTANDO ATÉ FAZER UMA PARALELA. TEMOS AGORA A LEGITIMAÇÃO DO TRABALHO ESCRAVO DO MÉDICO BRASILEIRO, MESMO TODOS SABENDO QUE É ILEGAL E INJUSTO. NUMA TERRA SEM LEI, CLARO QUE A PETRALHADA MALDITA QUER MENOS ADVOGADOS!

  6. francis disse:

    E qual prova o Ministro da educação prestou para ocupar o cargo de Ministro?
    E o ex- presidente da República qual prova prestou. e a atual? e todos aqueles tanto da Camara quanto da Assemblélia? Quantas provas prestaram?
    O alunos Bacharéis de Direitos são vítimas de um sistema de arrecadação de verba, que não acontece qm nenhum outro lugar do MUNDO!!!
    Mas afinal, todos, governo, cursinhos, faculdades, livrarias comércio ganham sua fatia as custas do povo brasileiro, não é a toa que o povo está nas ruas…

  7. claro, a profissão de direito, com o sem OAB deixa o bom estudante, a par da lei, ou seja,sabe melhor que qualquer outro profissional seus direitos e deveres, logo, quanto menos advogados, menos pessoas com conhecimento abrangente sobre a legislação e mais fáceis se tornam as manobras do governo, tudo bem, talvez eu tenha exagerado, afinal, tenho um lado anarquista…mas devo admitir; esperto esse Mercadante

  8. Haildes Moura disse:

    Será Mercadante?!Prova da Ordem é mais um requisito para quem quer ser advogado. Passar nela, sei que depende de muito estudo ao longo dos anos.Mais nas outras profissões há a necessidades também tão grandes de aprovação quanto a Ordem. O Senhor Mercadante deveria pensar melhor na sua “critica”, pq muitos engenheiros, advogados, médicos e demais profissões,precisam de uma educação de qualidade.Não podemos exterminar um curso, por causa de uma “educação” omissa. Bom que se forme engenheiros, mas que também os mesmo tenha a qualificação do exercício, já que ele não precisa da OAB para exercer a função, mais vai precisar de muita prática, além “da folha de papel-certificado”.
    O Brasil precisa mesmo é de Políticas Públicas voltadas à realidade. Quando o Estado deixar de ser Omisso, e a Justiça for feita de forma de correta, teremos a qualidade que tanto esse povo que estão sentados num gabinete cheio de assessores, dando ordem do que ele acha que é bom , e começar a enxergar a realidade de cada localidade.É muito fácil falar que o país não precisa de mais Advogados, pq os colerinhos brancos,estão todos impunes.
    Deixo minha nota de repúdio a tal comentário feito pelo Mercadante.Pq toda brincadeira, tem um fundo de verdade.Vai chegar um tempo que precisaremos ter muito estômago para ouvir certos comentários inoportunos como esse.
    Aluna de Direito AGES.

Deixe um comentário!