Assinar Feed RSS Visite nosso canal no Youtube! Siga-nos no Twitter! Encontre-nos no Google Plus! Encontre-nos no Facebook!

Supremo marca data para julgar extradição de Cesare Battisti

Enviado por , em
Palavras-chave: , ,

O Supremo Tribunal Federal informou hoje (25) que o julgamento em plenário do pedido de extradição do escritor e ex-ativista político italiano Cesare Battisti deverá ocorrer no dia 9 de setembro. Battisti foi condenado à prisão perpétua em 1993, pela suposta autoria de quatro assassinatos entre 1977 e 1979, na Itália. Na época dos fatos, ele integrava a organização de esquerda Proletários Armados pelo Comunismo.

Batistti está preso preventivamente no Brasil desde março de 2007. Ele está na Penitenciária da Papuda, no Distrito Federal. Em maio do mesmo ano, o governo italiano pediu a extradição, mas posteriormente, em 13 de janeiro deste ano, o ministro da Justiça, Tarso Genro, concedeu status de refugiado político ao italiano, sob a alegação de que Batistti não teve direito a ampla defesa no seu país de origem e de que um eventual retorno colocaria em risco a integridade física do escritor. A decisão de Tarso, que contrariou o entendimento do Comitê Nacional para os Refugiados (Conare), foi duramente criticada por autoridades italianas que definem Battisti como “terrorista”.

Ao comentar o caso em fevereiro deste ano, o ministro do STF Celso de Mello destacou que as decisões anteriores do tribunal sobre casos assemelhados não excluem a possibilidade da Corte anular o refúgio concedido a Battisti. Mello não participará do julgamento da extradição de Battisti porque alegou impedimentos pessoais.

Inicialmente, os ministros do STF terão que resolver uma questão preliminar, que consiste em saber se é legal uma decisão administrativa implicar na extinção imediata do processo extradicional em curso no STF. Somente se vencida esta questão, os ministros poderão entrar em uma análise de mérito sobre a situação de Battisti. Caberia a eles avaliar se Battisti cometeu ou não atos terroristas, além de debater se o ato terrorista é ou não qualificável juridicamente como crime político.

Em parecer encaminhado ao STF, Ministério Público Federal (MPF) opinou pelo arquivamento do pedido de extradição, sem julgamento de mérito, por entender que a concessão ou não de status de refugiado político é questão da competência do Poder Executivo, condutor das relações internacionais do país

Por Marco Antonio Soalheiro
Repórter da Agência Brasil

Fonte: www.agenciabrasil.gov.br

Comentários

Há um comentário sobre “Supremo marca data para julgar extradição de Cesare Battisti

  1. Prezados,

    Apresento o documento “Petição Anular Decisão Extradição Cesare Batisti”, http://www.scribd.com/doc/46214686/Peticao-Anular-Decisao-Extradicao-Cesare-Batisti , onde estamos provocando o Procurador-Chefe do Estado do Rio de Janeiro, em nome do Procurador-Geral da República a envidar esforços no sentido de ANULAR a decisão do Excelentíssimo Presidente da República que INDEFERIU a extradição de Cesare Battisti, reformulando, de forma INCONSTITUCIONAL a decisão do Plenário do Supremo Tribunal Federal, que, também de forma INCONSTITUCIONAL, não vinculou a decisão ao Presidente da República.

    Cabe ressaltar que entregamos ao Excelentíssimo Cônsul Geral da Itália no Rio de Janeiro, pessoalmente, cópia deste documento para o uso que melhor prouver ao Governo Italiano, sem qualquer compromisso.

    Abraços,
    Plinio Marcos

Deixe um comentário!